Porto de Imbituba

Iluminação moderna em LED garante segurança e agilidade no Porto de Imbituba

Porto de Imbituba

Iluminação moderna em LED garante segurança e agilidade no Porto de Imbituba

 

Manobrar um container com mais de 20 toneladas com um guindaste não é uma tarefa fácil. Só um profissional altamente capacitado, com muita técnica e precisão, para garantir o correto manuseio de toda a carga. Agora, se o trabalho por si só já é complicado, imagina se a iluminação da área portuária é ineficiente. Era em um quadro muito semelhante que o Porto de Imbituba operava.

Localizado no litoral de Santa Catarina, a aproximadamente 100 km de Florianópolis, o Porto de Imbituba foi construído na década de 1980 e conta com mais de 1.200.000 m² de área terrestre. Para se adequar às normas mais recentes, o complexo passou por uma reforma em 2017. “Quem venceu o processo de licitação para a execução da obra foi a Quantum Engenharia e, no escopo do serviço, estava a modernização do sistema de iluminação”, detalha Felipe Marcili, engenheiro de projetos da Celena. “Como nós já tínhamos um portfólio de projetos de iluminação em pátios de containers e outras áreas semelhantes, fomos chamados como parceiros nessa etapa”, afirma.

No projeto em questão a Celena, por seu know-how em Projetos e desenvolvimento em soluções e iluminação LED, foi chamada para integrar esse grande projeto. Assim participou na elaboração dos estudos luminotécnicos, especificações de produtos e fornecimento.

Iluminação em portos: Características bem particulares

Como sempre, a base para a concepção de um projeto luminotécnico são as normas reguladoras de cada atividade. “O edital continha algumas especificações técnicas básicas dos itens que deveríamos propor no projeto de reforma, bem como seguir as diretrizes da Norma Regulamentador NR29 – Segurança e Saúde no Trabalho Portuário, que dentre outros critérios, determina que as iluminâncias mínimas nas áreas do complexo não fossem inferiores a 50 lux”, detalha o projetista. “Mas a questão do porto envolvia outros aspectos fundamentais, como a precisão na escolha dos equipamentos. Devido às duas características do local e aos aspectos técnicos envolvidos, propor soluções com alto desempenho seria o diferencial que garantiria o sucesso do projeto, assim, não seria qualquer fabricante que poderia propor soluções que atendessem aos requisitos de um desafio como esse”.

Por se tratar de um porto, as características técnicas dos produtos precisam ser bem particulares para atender instalações marítimas. Entre os principais atributos estão à resistência às intempéries, corrosão do material pela maresia; maior proteção contra impactos e o uso de suportes anti-vibração para diminuir as ações horizontais e verticais causadas pelas forças dos ventos.

“Por serem torres altas, com 22 metros de altura, nós precisamos trabalhar com duas fotometrias para manter boa uniformidade." Na linha superior do suporte dos postes, optou-se pela utilização de projetores com facho de luz mais focado, de 25°, eles projetam a luz para zonas mais distantes à base da torre. Já nas linhas inferiores, foi usado facho de 40°, para uma iluminação mais abrangente na zona intermediária à base da torre, detalha Felipe.

Com esse cuidado técnico, o projeto utilizou 226 Projetores Modulares LED de 480W, sendo 142 com facho abrangente de 40°, e 84 mais focados, de 25°. Os projetores foram instalados em 22 torres de iluminação posicionadas nos berços 1, 2 e 3 do complexo.

O escopo do projeto determinou a quantidade projetores que deveria ser adotado, o grande desafio seria propor uma solução de alta eficiência luminosa, assim adotando uma potência que proporcionasse a redução no consumo de energia e que atendesse as premissas normativas que garantisse nível adequado ao usuário. Assim se optou pelo Projetor Modular de 480W.

Santa Catariana

Projeto: Projeto novo

Produto(s):

Projetor Modular de 480W

Fotografia: Quantum Engenharia LTDA

Golden